Informação e conhecimento sem fronteiras

Sexta-feira, 12 de Julho de 2024

Colunas/Política

Virou moda insultar os outros chamando de fascista, mas, o que vem a ser de fato o fascismo?  

Você consegue identificar praticas fascistas na sua cidade?

Virou moda insultar os outros chamando de fascista, mas, o que vem a ser de fato o fascismo?  
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A termos que se utiliza tanto que chega a perder o seu sentido histórico, como comunista, liberal, nazista, palavras que se distanciaram muito de suas bases históricas, porém é importante conhecer a história de como esses termos surgiram, entendendo o sentido original para não cometermos um erro bem comum que é o anacronismo, projetando os valores de hoje no passado.  


Fascismo é muito difícil de ser definido, o fascismo é um movimento da década de vinte, que se constituiu no poder, logo, não é tão claro saber o que é o fascismo. A palavra deriva de um símbolo romano, um conjunto de varas amarradas por correias de couro junto com um machado, onde havia alguém levando um facho, existia uma autoridade. Por isso quando Benito Mussoline decide criar um nome para o seu projeto político, ele usa um instrumento romano que é o facho, e ele vai chamar o seu movimento de fascismo.


Esse movimento que surge na Itália, tem como característica um líder carismático que promete que se ele subir ao poder ele resolverá os problemas. Outra característica que o fascismo italiano desenvolveu e outros imitaram, a restauração de autoridade contra a fraqueza, o fascismo é a desconfiança do sistema democrático, seja ele mais liberal ou democrático de fato. O fascismo desconfia de consultas populares, o fascismo confia na autoridade, no desprezo aos cuidados com a vida. 


Vivemos um sistema fascista onde as pessoas só conseguem concentrar renda se tiverem amizades intimas e favores com o governo. Concessões, subsídios, facilidades de obtenções judiciais e todo mundo sabe disso. Não existe mais expectativa de retorno de investimentos diante desse sistema, mas eles não querem que você saiba disso. O cidadão não pode pegar um carrinho de pipoca e vender na esquina da praça hoje em dia se ele não for apadrinhado, e isso se agrava ainda mais no interior, onde tudo vai depender muito de quem você votou, de quem sua família é próxima politicamente etc.
  
Você consegue identificar praticas fascistas na sua cidade?

FONTE/CRÉDITOS: Israel Ferssant
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!