Espalhe por ai:

O bloco europeu anunciou que a ação foi movida por falta de entregas das vacinas prometidas. A União Europeia recebeu apenas 30 milhões de doses das 300 milhões compradas ano passado. O processo foi revelado pela comissária de saúde da UE, Stella Kyrides, em uma mensagem postada no Twitter. Segundo ela, a ação foi movida pela comissão europeia e por todos os 27 países-membros do bloco.

Em entrevista coletiva, o porta voz da comissão europeia Stefan de Keersmaecker, disse que o processo foi ajuizado na ultima sexta com base em “violações do contrato de compra antecipada.”

Além de ter desrespeitado alguns termos do contrato, um porta voz da UE disse que  AstraZeneca “não está em posição de propor uma estratégia confiável para garantir a entrega pontual das doses.”

O contrato da AstraZeneca com a UE previa a entrega de 300 milhões de doses iniciais da vacina para distribuição entre os 27 países do bloco, com a opção de compra de outras 100 milhões de doses adicionais, mas apenas 30 milhões de doses foram entregues no primeiro trimestre deste ano. Além disso, a empresa diz que só pode fornecer 70 milhões de doses no segundo trimestre, em vez das 180 milhões de doses que havia prometido.

 

Espalhe por ai: