Espalhe por ai:

Membro da equipe do filme Rust, Serge Svetnoy, entrou com um processo contra várias figuras importantes, incluindo Alec Baldwin, relacionadas ao tiro no set de filmagem que tirou a vida da diretora de fotografia do filme.

O processo de Svetnoy foi aberto em Los Angeles contra várias empresas e indivíduos envolvidos com o filme, incluindo produtores e dois membros da equipe. Ele acusa Baldwin, o diretor assistente David Halls, a responsável por armas Hannah Gutierrez Reed e outros de negligência que lhe causou “severo sofrimento emocional”.

A ação ocorre depois que Baldwin disparou uma arma durante o ensaio no mês passado que continha uma bala de chumbo, matando a cineasta Halyna Hutchins e ferindo o diretor Joel Souza. Baldwin disse acreditar que a arma não tinha balas reais, de acordo com documentos do tribunal.

Hutchins, 42, foi levada de avião para um hospital, onde foi declarada morta. Souza, 48, sofreu um ferimento a bala no ombro e está se recuperando.

Svetnoy, que atuou como técnico-chefe de iluminação no set, foi atingido por “materiais de descarga” da explosão fatal, notando que foi quase atingido pela bala, de acordo com o processo. Ele culpa os produtores do filme por, entre outras coisas, não terem contratado um “armeiro” competente e experiente.

“Simplificando, não havia razão para uma bala real ser colocada naquele revólver Colt .45 ou para estar presente em qualquer lugar no set de Rust, e a presença do projétil representava uma ameaça letal para todos próximos”, declara no processo, alegando falha em “implementar e manter os padrões da indústria para custódia e controle de armas de fogo usadas no set”.

O processo acusa os produtores do filme de violar suas obrigações ao permitir que munição real seja armazenada no set.

“O requerente é informado e acredita, e com base em tais informações alega que a munição usada nunca foi armazenada de forma segura e foi simplesmente deixada sem vigilância”, conclui a ação.

CNN procurou representantes de Baldwin, Halls e Gutierrez Reed, bem como da produtora de “Rust”, mas não obteve resposta imediatamente.

O advogado de Gutierrez Reed, Jason Bowles, divulgou um comunicado questionando como as balas reais acabaram na caixa de “adereços” e quem os colocou lá.

“Estamos convencidos de que isso foi sabotagem e que Hannah está sendo incriminada”, disse Bowles. “Acreditamos que a cena foi adulterada também antes da chegada da polícia”.

Anteriormente, a produtora disse: “A segurança de nosso elenco e equipe é a principal prioridade da Rust Productions e de todos os associados. Embora não tenhamos sido informados de nenhuma reclamação oficial relativa à segurança de armas ou adereços no set, iremos conduzir uma revisão interna de nossos procedimentos enquanto a produção é encerrada”.

De acordo com o processo, Svetnoy e Hutchins eram considerados “amigos íntimos”, tendo trabalhado juntos em nove filmes desde 2017.

Svetnoy havia falado anteriormente sobre seu trauma com o incidente, postando no Facebook que ele “a segurava em meus braços enquanto ela estava morrendo” e “o sangue dela estava em minhas mãos”. Ele também compartilhou o que chamou de a última foto de Hutchins no filme.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)

Espalhe por ai: