Espalhe por ai:

O preço médio da gasolina subiu pela 5ª semana consecutiva e tem preço médio no país de R$6, 007 por litro. A alta foi de cerca de 0, 41% em relação à semana passada. Segundo pesquisa divulgada nesta sexta (03) pela Agencia Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis- ANP. O diesel e o etanol também estão mais caros.

Nesta semana, em postos de gasolina no Rio Grande do Sul, o preço da gasolina já é comercializado por R$7, 199 o litro, considerada a mais cara do país. A média por região considera que a região Centro Oeste do país tenha o maior preço médio do combustível, sendo comercializado nos postos por R$6, 213 por litro.

Com relação ao diesel, na semana passada ele registrou uma queda, mas o valor voltou a subir esta semana e o valor médio chega a R$4,627 por litro. O Etanol também mantém o ritmo de alta pela 5ª semana consecutiva e registrou nessa semana, aumento de 1%, chegando a ser comercializado por R$4, 611 o litro.

Na tentativa de tirar a culpa da alta dos preços dos combustíveis, o Presidente Jair Bolsonaro tentou jogar a culpa para cima dos governadores. Em sua live semanal, o presidente afirmou que enviaria ao STF uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, com o objetivo de obrigar os governadores a definir um valor fixo nominal em relação ao ICMS. O valor deste imposto é de 27% do valor do litro do combustível, média que se mantém fixa há muitos anos. Desde 2017, a política de preços dos combustíveis, segue o preço internacional do barril de petróleo. Política adotada pelo então Presidente Michel Temer e mantida pelo presidente Jair Bolsonaro.

Espalhe por ai: