Informação e conhecimento sem fronteiras

Terça-feira, 16 de Julho de 2024

Colunas/Política

Jequié com cimento, mas muito além dele

Precisamos de gestões que dentro de suas possibilidades, apoiem todas as áreas, a do cimento e das artes

Jequié com cimento, mas muito além dele
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O município de Jequié viveu entre 2021 e 2022, um boom de investimentos externos na infraestrutura da cidade. Com aportes milionários do governo do Estado na cidade, como a obra da ponte Otávio Mangabeira, no Mandacaru, inauguração da requalificação da av. Tote Lomanto, pavimentação na rodovia estadual que liga o Parque de Exposições ao Complexo Penitenciário, entre outras tantas obras diretas ou com recursos alocados aos cofres do município, que junto aos recursos oriundos do famigerado “orçamento secreto” do governo federal na gestão anterior, por meio de dois deputados com relação com o prefeito Zé Cocá, este conseguiu pavimentar algumas ruas e avenidas em nossa cidade, além de urbanizar outro punhado de praças públicas.

A questão é: com o aumento astronômico das taxas de IPTU, dos alvarás comerciais, criação das taxas do “lixo” e a COSIP (iluminação pública), é sério que podemos afirmar que este governo municipal é algo próximo de espetacular? O orçamento do município nos últimos anos quase dobrou. Parece-me que podíamos estar numa situação bem melhor.

Já se passaram 01 ano e 07 meses do início da reforma  do Centro de Saúde Júlia Magalhães, e a população do Jequiezinho aguarda finalizar esta obra para que retorne à ser atendido em um espaço adequado e os trabalhadores da saúde, em um espaço salubre, pois o atual, é doentio passar um tempo ali, imagine trabalhar.

Trago exemplo acima, mas temos mais na saúde, com a falta de medicamentos e profissionais médicos nos postos e centro de saúde. Demora nas reformas de escolas e com outros problemas, levaram a 22 escolas não começarem suas aulas na data prevista.

Queremos sempre parabenizar, bater palmas para as gestões municipais, pois quando eles acertam, nosso povo é quem ganha de verdade. Mas, não podemos nos calar, ‘fechar os olhos’ para a atual situação que se encontra áreas da administração e da cidade, que parece que não tem prioridade, pois não estão a ‘olhos nus’ de toda população e pode não gerar votos para reeleição do atual gestor no ano que vem.

Precisamos de gestões que dentro de suas possibilidades, apoiem todas as áreas, a do cimento e das artes; a do saber e da saúde; a da roça e da administração. Focar só em uma área como estamos vendo atualmente parece-me, infelizmente, que tem um cunho meramente eleitoral, ou pior, achar que Jequié com tantos problemas e dificuldades, não precise de emprego e renda, apoio à agricultura familiar, de suporte na atenção básica de saúde e na educação, cultura e esporte, mas somente em pavimentação, que é necessário e imprescindível, mas não somente. Queremos e precisamos disso e muito mais!

FONTE/CRÉDITOS: Caio César
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, responderemos assim que possível.