Espalhe por ai:

Ex-empregado da família Bolsonaro, Marcelo Luiz Nogueira dos Santos, disse em entrevista ao colunista Guilherme Amado, do site Metrópoles, que a causa da separação de Jair Bolsonaro e Ana Cristina Valle, em 2007, foi uma traição dela. Na versão de Marcelo, a mulher tinha um caso com Luiz Cláudio Teixeira, bombeiro que fazia segurança pessoal do então deputado federal.

Com o episódio, Bolsonaro perdeu a confiança em Ana Cristina, que, ainda de acordo com Marcelo, comandava um esquema de corrupção, conhecido como rachadinha, nos gabinetes de Jair e dos filhos.

Neste momento Carlos e Flávio Bolsonaro assumiram a chefia do esquema criminoso, que consiste em embolsar parte dos salários de funcionários fantasmas. O próprio Marcelo seria um dos laranjas utilizados, transferindo 80% dos vencimentos recebidos da Câmara Legislativa do Rio, onde constava como funcionário do gabinete de Flávio.

Nas redes sociais, a hashtag #BolsonaroCorno atingiu a primeira posição como assunto mais comentado e rendeu diversos memes.

Espalhe por ai: