Espalhe por ai:

Alívio para a torcida culé! Xavi Hernández é o novo técnico do Barcelona. O anúncio oficial foi feito na noite desta sexta-feira no Brasil, madrugada de sábado na Espanha, horas depois da rescisão de contrato dele com o Al-Sadd, do Catar. O ídolo do Barça assinou vínculo com o clube até 30 de junho de 2024.

Xavi vai viajar para a Catalunha neste fim de semana. Sua apresentação oficial será às 8h (de Brasília) na próxima segunda-feira, no Camp Nou, em evento aberto à torcida catalã. Depois, ele concederá uma entrevista coletiva. Em vídeo divulgado nas redes sociais do Barça, o ex-meio-campista deu seu primeiro recado à torcida:

“Não era um adeus, era um até logo. O Camp Nou sempre foi minha casa. São minha torcida, minha gente, o clube que mais amo. E agora, volto para casa. Nos vemos em breve, culés! Força, Barça!

Neste sábado, contra o Celta de Vigo, o técnico do Barcelona B Sergi Barjuán ainda será o comandante na beira do gramado. Na sequência, as competições terão uma pausa para a Data Fifa. Portanto, o primeiro jogo de Xavi no comando do Barça deve ser apenas no dia 20 de novembro, no clássico contra o Espanyol, no Camp Nou.

O principal problema na negociação era o pagamento da multa pela rescisão de contrato de Xavi com o Al-Sadd, estipulada em cinco milhões de euros. Apesar do comunicado do clube catari, os dirigentes do Barcelona negaram na sequência que haveria algum acordo para quitar essa pendência. Isso criou ruído entre as partes.

Para resolver de vez a questão, de acordo com os jornais “Sport” e “Mundo Deportivo”, Xavi e Barcelona decidiram então dividir entre eles o pagamento desses cinco milhões de euros, ou seja, 2,5 milhões para cada.

Xavi chega para ocupar o lugar do holandês Ronald Koeman, demitido após a derrota para o Rayo Vallecano. Nesse meio tempo, quem comandou o time foi o interino Sergi Barjuan. O ex-meio-campista vai cumprir aos 41 anos o objetivo de liderar a equipe principal, algo que existia desde 2015, quando foi embora do Barcelona.

A primeira chance para assumir o Barcelona foi em janeiro do ano passado, como substituto de Ernesto Valverde. No entanto, Xavi recusou a proposta por achar que ainda era “muito cedo”. A hora chegou.

Xavi é o segundo jogador com mais partidas na história do Barcelona, 767, apenas 11 a menos que o recordista Lionel Messi. Entre 1998 e 2015, ele conquistou 25 títulos, entre eles quatro edições da Liga dos Campeões e oito taças do Campeonato Espanhol.

O ex-meio-campista estava em sua terceira temporada como técnico do Al Sadd. Nos pouco mais de dois anos à frente da equipe catari, Xavi conquistou sete taças, todas nacionais, incluindo uma liga do Catar.

Ele deve levar para o Barcelona a comissão técnica que já trabalhava com ele no Al-Sadd, com sete ajudantes: Óscar Hernández e Sergio Alegre como assistentes, o preparador físico Iván Torres, o fisioterapeuta Carlos Nogueira, e os observadores David Prats, Toni Lobo e Sergio García. A maioria tem passagem pelas categorias de base do Barça.

Espalhe por ai: